agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
Notícias
FALE COM A REDAÇÃO:

Brasil vacina 1ª criança do grupo prioritário

O garoto que recebeu o imunizante é uma criança indígena da tribo Xavante
Postado em: 14/01/2022 às 15:37
Autor: Lucas Molinari
Brasil vacina 1ª criança do grupo prioritário

A primeira criança vacinada contra a Covid-19 no Brasil é um garoto indígena de 8 anos, Davi Seremramiwe Xavante. Ele, que foi escolhido por apresentar comorbidade e realizar tratamento em São Paulo, foi vacinado na tarde desta sexta-feira (14). Davi possui uma condição de saúde que o obriga a andar com a ajuda de uma órtese (dispositivo externo aplicado ao corpo para obtenção de apoio mecânico ou ortopédico).

O menino nasceu em uma tribo Xavante, no estado do Mato Grosso. Há nove meses, ele e o pai, o cacique Jurandir Siridiwe, realizam viagens periódicas à capital paulista para acompanhamento do filho no Instituto da Criança do Hospital das Clínicas.

No evento inaugural que deu início à campanha de vacinação no estado, além do Davi, outras crianças também receberam o imunizante: uma delas com atrofia muscular espinhal do tipo 1, uma com fibrose cística, dois transplantados e seis crianças com síndrome de down. 

 

CRONOGRAMA ESTADUAL

Nesta primeira etapa da campanha de vacinação infantil, o Plano Estadual de Imunização recomenda que as 645 prefeituras do estado priorizem crianças de 5 a 11 anos com comorbidades, deficiência, indígenas e quilombolas. A estimativa é que 850 mil menores nestas condições sejam vacinados de forma prioritária.

A campanha de vacinação infantil em São Paulo começou imediatamente após a entrega do lote inicial de 234 mil vacinas pediátricas da Pfizer à Secretaria de Estado da Saúde. As equipes da pasta receberam o imunizante no final da manhã desta sexta, e a distribuição para todas as regiões do estado será iniciada até o final da tarde. A vacinação das crianças dependerá do cronograma adotado por cada município.

 O Governo de São Paulo também recomenda o pré-cadastro no site www.vacinaja.sp.gov.br para a campanha infantil. O preenchimento do formulário digital é opcional e não é um agendamento, mas agiliza o atendimento nos postos, evitando filas e aglomerações.