agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
Notícias
FALE COM A REDAÇÃO:

Reajuste parcelado de 10% é aprovado na Câmara

Proposta da Prefeitura parcela em duas vezes o reajuste e foi rejeitada pela categoria em assembleia
Postado em: 17/05/2022 às 18:25
Autor: Chico Lourenço
Reajuste parcelado de 10% é aprovado na Câmara

Os vereadores aprovaram os 10% (em duas parcelas) de reajuste de salário dos servidores da Prefeitura de Araraquara durante a sessão ordinária desta terça-feira, dia 17. O projeto do Executivo foi aprovado por 12 votos favoráveis e 04 contrários. A proposta da Prefeitura tinha sido rejeitada em assembleia pela categoria.

Com a aprovação, o prefeito Edinho Silva (PT) reajusta em 10% (em duas parcelas) os vencimentos dos funcionários públicos da Administração Municipal Direta e Indireta, sendo 5% em 1º de agosto de 2022 e mais 5% no dia 1° de março de 2023.

Votação

O projeto foi aprovado com os votos dos vereadores Edson Hel (Cidadania), Emanoel Sponton (PP), Fabi Virgílio (PT), Filipa Brunelli (PT), Gerson da Farmácia (MDB), Guilherme Bianco (PC do B), Hugo Adorno (Republicanos), João Clemente (PSDB), Lucas Grecco (União Brasil), Luna Meyer (PDT), Paulo Landim (PT) e Thainara Faria (PT). Votaram contra os parlamentares Carlão do Joia (Patriota), Lineu Carlos De Assis (Podemos), Marchese da Rádio (Patriota) e Rafael de Angeli (PSDB). Marcos Garrido (Patriota) não estava presente na sessão.

Assembleias

A categoria começou a debater a pauta de reivindicações em janeiro e iniciou o movimento propondo reajuste e reposição salarial na média de 30%. Liderados pelo SISMAR – Sindicato dos Servidores Municipais de Araraquara e Região, os trabalhadores se mobilizaram com protestos contrários à proposta da Prefeitura de reajuste de 5% em duas parcelas.

Após paralisações e decisão judicial desfavorável ao SISMAR, com multa de R$ 50 mil, a categoria chegou ao índice de 14%, baixando ainda para 10% de uma única vez nas últimas manifestações.

Projeto de lei

- Reajuste em duas parcelas: 5% a partir de 1º de agosto de 2022 e 5% a partir de 1º de março de 2023.

- Piso do funcionalismo passa para R$ 1.302,64; auxílio-alimentação subiu para R$ 440 a partir de 1º de maio; e o valor do bônus alimentação para R$ 300 a partir de 1º de maio.

- Reajuste automático elevando para R$ 330 no bônus-alimentação a partir de 1º de março de 2023, com possibilidade de apresentar dois atestados médicos em um ano.

- Promoção de classe do Plano de Cargos, Carreiras e Vencimentos (PCCV) de diferentes trabalhadores da categoria.