InícioNotíciasAdvogado diz ter sido ameaçado após deixar defesa de hacker

Advogado diz ter sido ameaçado após deixar defesa de hacker

Mensagens de autoria desconhecida estariam sendo enviadas via whatsapp

O advogado Ariovaldo Moreira, responsável pela defesa do hacker Walter Delgatti Neto, denunciou à Polícia Civil de Araraquara estar sofrendo ameaças de morte. Segundo o advogado, as ameaças começaram após abdicar da defesa do cliente depois que Delgatti iniciou conversas com a campanha de reeleição do presidente Jair Bolsonaro (PL). Na semana passada, o hacker se reuniu com Bolsonaro no Palácio da Alvorada, em Brasília, segundo reportagem da Revista Veja publicada no fim de semana. O motivo do encontro não foi revelado pelo Planalto. Delgatti ganhou notoriedade quando foi responsável por divulgar mensagens hackeadas de membros da Operação Lava Jato e do ex-juiz Sérgio Moro que levaram à suspensão de decisões do magistrado.

Ariovaldo Moreira, que reside em Araraquara, declarou em boletim de ocorrência, registrado no fim de semana, que recebeu ameaças de morte por meio de áudio e texto via whatsapp. Ele informou à Polícia o número de origem das mensagens, cuja identificação do perfil é “morte”.

A vítima afirmou se comprometeu a apresentar prints das ameaças e mídia com os áudios e declarou o desejo de representar contra os autores das ameaças, que atinge ainda seus familiares.

Luís

Notícias relacionadas

Mais lidas