InícioNotíciasGeralCOI aprova medidas de combate ao Zika antes do Rio 2016

COI aprova medidas de combate ao Zika antes do Rio 2016

Presidente da entidade acredita que disseminação da doença não vai afetar negativamente os Jogos

O presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), Thomas Bach, saudou as medidas tomadas pelas autoridades para combater o Zika vírus, transmitido pelo mosquito Aedes aegypti, e disse acreditar que a disseminação da doença pela América do Sul não vai afetar negativamente os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em agosto.

Ao mesmo tempo em que elogiou a decisão da Organização Mundial da Saúde (OMS) de declarar o vírus uma emergência internacional de saúde pública, Bach disse estar confiante que os atletas vão se sentir seguros para viajar ao Brasil para o evento esportivo.

“Nós saudamos essa decisão da Organização Mundial da Saúde (OMS) porque ela ajuda a aumentar ainda mais a atenção e a fornecer ainda mais recursos para combater o vírus”, disse Bach a repórteres na Universidade da Califórnia em Los Angeles, na segunda-feira.

“Estamos em contato próximo com a OMS e também vemos que até o momento não existe proibição de viagem declarada pela OMS”, afirmou.

“Também destacamos que os Jogos Olímpicos vão acontecer no inverno, que não é a época preferencial de reprodução dos mosquitos”, acrescentou Bach, após encontro com membros do grupo LA24, que tenta levar a Olimpíada de 2024 para a cidade californiana.

O comitê organizador Rio 2016 já havia afirmado que os Jogos, que ocorrerão de 5 a 21 de agosto, serão realizados numa época do ano em que o tempo “mais seco e mais frio reduz significativamente a presença dos mosquitos”.
 

 

Notícias relacionadas
- Anúncio -spot_img

Mais lidas