InícioNotíciasGeralCom queda no consumo de água, DAAE mira ligações clandestinas

Com queda no consumo de água, DAAE mira ligações clandestinas

Autarquia aponta queda no consumo de água e pretende coibir ligações clandestinas para aumentar arrecadação

Estudo apresentado pelo Departamento Autônomo de Água e Esgoto (DAAE) de Araraquara mostra que nos primeiros seis meses de 2015 as perdas físicas do sistema de abastecimento de água em Araraquara atingiram 21,50%. Esse tipo de perda acontece com os vazamentos e as descargas para limpeza da tubulação. Já as perdas não físicas – que são atribuídas aos consumidores clandestinos, que fraudam o sistema e não pagam o consumo – chegaram a 16,73%. Na soma, Araraquara perde 38,23% da água tratada.

Para Guilherme Soares, superintendente do DAAE, Araraquara é uma das poucas cidades do país que vive situação inusitada. “Além de não haver falta de água, a população atendeu aos apelos para economizar no consumo e hoje a cidade tem água de sobra”, afirma.

Com isso, segundo Soares, a arrecadação para a manutenção do sistema corre o risco de operar no vermelho.

O problema já foi apresentado ao prefeito Marcelo Barbieri (PMDB). O chefe do Executivo pediu solução sem recorrer a novo reajuste. Diante do quadro, o presidente da autarquia optou pelo lançamento de uma campanha para conscientizar a população a denunciar os clandestinos, que estariam consumindo água paga pelos contribuintes. “A redução dessas perdas não físicas evitará a necessidade de um novo reajuste”, concluiu Soares.

 

 

Notícias relacionadas
- Anúncio -spot_img

Mais lidas