InícioCidadesCidadeConclusão de obras na ponte dos Machados levará mais 180 dias

Conclusão de obras na ponte dos Machados levará mais 180 dias

Estrutura está sendo construída a partir de convênio com o governo do Estado de São Paulo

Segundo a Prefeitura de Araraquara, a próxima fase da obra da Ponte dos Machados, no Bairro dos Machados, terá início nos próximos dias. A informação é de Juliana Agatte, secretária municipal de Governo, Planejamento e Finanças, e de Sérgio Pelícolla, secretário municipal de Obras e Serviços Públicos. A obra executada pela Verdebianco Engenharia.

A ponte, está sendo construída a partir de convênio com o governo do Estado de São Paulo, fica na Estrada Vicinal Abílio Augusto Corrêa, que liga Araraquara a Guarapiranga (distrito de Ribeirão Bonito), ao Assentamento Bela Vista e a propriedades rurais.

Ainda de acordo com a Secretaria de Obras e Serviços Públicos, a obra vem sendo feita em fases e na tecnologia de pré-moldados. A primeira foi a demolição da antiga estrutura, a segunda fase foi a limpeza e preparo da área e a terceira foi a fase de contenção das encostas com gabião para fazer o aterro e as estacas para instalação da ponte. Nesta última fase, deverão ser instaladas as peças pré-moldadas para a conclusão do projeto.

Desde a semana passada, a Prefeitura de Araraquara estava analisando, na gestão dos contratos e na área jurídica, uma solicitação de reequilíbrio de preço da obra apresentada pela empresa responsável. Em reunião nesta última quinta-feira (22), a empresa aceitou a contraproposta da Prefeitura e deverá retomar as obras semana que vem. Será publicado agora o aditivo do contrato, pelo Governo do Estado de São Paulo, que prevê mais até 180 dias de obras.

De acordo com Juliana Agatte, a administração municipal renegociou com a empresa com o principal objetivo de que o trabalho seja concluído. "Foram várias adversidades e dificuldades técnicas desde a assinatura da ordem de serviço, incluindo a necessidade de intervenção da CPFL para remoção de fiação e depois da Cutrale, com retirada de seus dutos. Depois veio um período de chuvas e, em seguida, a empresa solicitou um reajuste, que não estava previsto no contrato, seguido da solicitação de reequilíbrio de preço", explicou a secretária.

“Essa obra é resultado de convênio com o Estado, no valor de R$ 2.1 milhões, e somente uma pequena parte é recurso próprio do município. Então todas as tratativas, de mudança na obra, readequação, tudo isso é feito em conjunto com o governo do Estado. Diante de todas as dificuldades, a Prefeitura se empenhou e, nesta semana, conseguimos entrar em consenso com a empresa, encontrar um reequilíbrio possível para que ela possa retomar com mais afinco a execução da obra, porque sabemos o quanto ela é importante para a comunidade e para a região, destaca a secretária municipal.

Sérgio Pelícolla reforçou que, a partir da próxima semana, a empresa estará instalando novamente as equipes e maquinários no local, para a retomada dos trabalhos e conclusão da ponte. Ele também detalhou na live algumas ações previstas pela empresa, já a partir da semana que vem.

De acordo com o projeto, a nova estrutura da ponte terá 25 metros de comprimento e 13 metros de largura, sendo 7 metros mais longa e 4 metros mais larga que a atual (de 18m x 9m). Além disso, a nova ponte será 1,10m mais alta. Também haverá faixa lateral para passagem de pedestres e ciclistas.

A Estrada Vicinal Abílio Augusto Corrêa, em toda sua extensão de 21 km, também deve ser recapeada pelo Governo do Estado dentro do programa "Novas Estradas Vicinais", conforme anúncio feito pela gestão estadual.

Redação

Notícias relacionadas

Mais lidas