InícioEsporteCorinthians vence Cuiabá diante da torcida e segue no G-4

Corinthians vence Cuiabá diante da torcida e segue no G-4

Yuri Alberto e Róger Guedes, ambos no primeiro tempo, marcaram os gols do jogo

No duelo que fechou as disputas da 29ª rodada do Brasileirão, que teve um sábado atípico de rodada cheia por conta das eleições neste domingo, o Corinthians embalou a segunda vitória seguida para continuar no G-4. Na Neo Química Arena, o time paulista venceu o Cuiabá, pelo placar de 2 a 0, com gols de Yuri Alberto e Róger Guedes, ambos no primeiro tempo.

O resultado mantém o Corinthians na quarta colocação agora com 50 pontos. Já o Cuiabá vive um momento totalmente diferente na tabela. Na 17ª colocação com 30 pontos, o time mato-grossense está na zona de rebaixamento.

O Corinthians começou a partida levando um susto. Logo aos dois minutos, Deyverson aproveitou um cruzamento da direita e abriu o placar para o Cuiabá. Mas o árbitro analisou o VAR e deu impedimento no lance, invalidando o gol. A partir daí, o time paulista se mandou ao ataque.

Depois de algumas tentativas, o placar foi sair do zero aos 33 minutos. Renato Augusto cruzou na medida para Yuri Alberto abrir o placar. Ainda no primeiro tempo, nos acréscimos, aos 48, o Corinthians fez o segundo. Róger Guedes costurou a defesa e marcou um golaço.

Na volta do intervalo, o duelo seguiu movimentado. O Cuiabá foi para cima e levou perigo aos 20 minutos. Depois de um erro da defesa adversária, Deyverson seviu Valdívia, que chutou de primeira, mas Cássio conseguiu se esticar todo para fazer a defesa. Do outro lado, o tima paulista ainda tentou com Ramiro e Mateus Vidal, mas o placar terminou mesmo em 2 a 0.

Os dois times já voltam a campo neste meio de semana para a disputa da 30ª rodada do Brasileirão. Na terça-feira (4), o Corinthians visita o Juventude, no estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul, às 21h30. Já na quarta-feira (5), o Cuiabá encara o Red Bull Bragantino, no estádio Nabi Abi Cheddid, às 19h.
 

Redação

Notícias relacionadas

Mais lidas