InícioCidadesCidadeEXCLUSIVO: “Genro” diz ter sido explorado pelo sogro e fala sobre vídeo...

EXCLUSIVO: “Genro” diz ter sido explorado pelo sogro e fala sobre vídeo que viralizou

O jovem Júnior Vírgilio quebrou o silêncio após vídeo íntimo com o sogro viralizar nas redes sociais. Veja entrevista na íntegra

O jovem Júnior Virgilio, de 23 anos, que é ex-genro de Edielson Oliveira falou com exclusividade ao Jornal da Morada pela primeira vez, após os vídeos íntimos dos dois no motel em relação sexual viralizarem nas rede sociais. O assunto alcançou o trend topics na plataforma X, ex-twitter, e circulou por outras mídias.

Com exclusividade, Juninho, como é conhecido, afirmou que era ameaçado pelo sogro, que teria se aproveitado da intimidade familiar para posteriormente chantageá-lo. “Minha cabeça ficava atordoada porque ele me ameaçava”, relatou.

Ele disse também que a conta no facebook no nome da esposa usada para divulgar as imagens foi hackeada pelo sogro. A revelação das imagens teria sido mais uma forma de intimidar o rapaz.

A entrevista foi concedida à reportagem num local afastado da cidade, onde ele permanece para escapar do assédio de populares e evitar contato com os envolvidos no caso. O isolamento também foi adotado para proteger o filho do casal, que está sob responsabilidade dele.  “Meu ex-sogro dizia que iria me matar, ou se não conseguisse iria mandar alguém e que iria tirar meu filho de mim. Eu tive que entrar no jogo dele para conseguir criar provas contra ele e foi onde eu vim conseguindo isso”, falou o jovem.

Assista ao vídeo, na íntegra.

Para receber notificações de notícias como esta, e não perder nossos conteúdos mais relevantes, faça parte da Comunidade no WhatsApp do Portal Morada – Araraquara e Região clicando aqui.

Leia mais notícias sobre Araraquara e Região em portalmorada.com.br

Relembre o caso

Um homem de 45 anos foi agredido por populares na tarde do último dia 19, domingo, em Araraquara. O caso aconteceu no bairro do Valle Verde.

Segundo boletim de ocorrência a confusão começou na Avenida Lázaro Machado. A Polícia Militar foi acionada e quando os policiais chegaram a briga generalizada já tinha terminado.

Moradores relataram que o homem estava em surto quebrando garrafas e ateando fogo no um veículo GM/Vectra de cor preta. Uma mulher ficou ferida na perna com os estilhaços dos vidros.

A violência ocorreu após a revelação do caso entre o homem e seu genro. O caso foi registrado em boletim de ocorrência e a Polícia Civil investiga o caso.

Notícias relacionadas
- Anúncio -spot_img

Mais lidas