InícioDestaque EsportesFerroviária é eliminada da A2 e adia sonho do acesso

Ferroviária é eliminada da A2 e adia sonho do acesso

Locomotiva perde para o Juventus em plena Fonte Luminosa e sucumbe nas quartas de final

A Ferroviária adiou o sonho de retornar à elite do futebol paulista. Em jogo realizado na noite desta quarta-feira (27) no Estádio da Fonte Luminosa, em Araraquara, a Locomotiva perdeu para o Juventus por 3 a 1 nos pênaltis, após empate sem gols no tempo normal, pelo jogo de volta das quartas de final do Campeonato Paulista da Série A2. O jogo de ida, realizado no último domingo (24) na Rua Javari, em São Paulo, terminou empatada em 1 a 1.

O Juventus aguarda agora a definição dos outros times classificados para as quartas de final para saber quem será seu adversário. Todos os semifinalistas serão definidos nesta quarta-feira.

A Ferroviária volta agora as atenções para o Campeonato Brasileiro da Série C, que terá início em abril. A estreia da Locomotiva será contra o ABC de Natal-RN no Estádio da Fonte Luminosa. As datas e horários ainda serão definidos pela CBF.

O jogo

O jogo teve um inicio estudado, mas aos 21 minutos houve uma série de lances emocionantes. No primeiro, após boa triangulação afeana, Paulinho Santos saiu de frente para o gol, mas o goleiro Caio fechou o ângulo e fez a defesa. Na cobrança do escanteio, Ronaldo Alves subiu na primeira trave e desviou de cabeça para acertar a trave direita de Caio. No contra-ataque, o Juventus tabelou e Léo Castro saiu de frente para o gol, concluiu de primeira e parou em Saulo, que fez grande defesa em seu canto esquerdo.

O time visitante voltou a assustar aos 31, quando Thiago Rubim recebeu pelo lado esquerdo, fez o cruzamento, a bola foi em direção ao gol e acertou o travessão de Saulo. Aos 37, em nova oportunidade do Juventus, Thiago Rubim aproveitou uma sobra de fora da área e bateu forte para exigir outra boa defesa de Saulo. Aos 39, o goleiro afeano estava bem posicionado para defender uma bola cabeceada por Léo Castro. Aos 41, Saulo fez outra boa defesa em cobrança de falta frontal batida por Guthierres.

No segundo tempo, o primeiro time a levar perigo foi a Ferroviária aos 4 minutos, quando Judá Aguiar passou em profundidade pela direita para Cauã Aguiar, que cortou seu marcador e bateu cruzado, mas a bola passou perto da trave. Aos 9, Vitor Barreto recebeu na ponta esquerda, aplicou uma caneta no marcador e bateu cruzado, mas parou no goleiro.

Aos 17, Saulo voltou a aparecer quando defendeu em seu canto direito uma boa batida de fora da área de Guthierres. Aos 20, Cauã Aguiar fez uma grande jogada ao receber fora da área, driblar seu marcador e acertar uma bomba que acertou a trave esquerda de Caio. Aos 25, o afeano Jackson aproveitou cruzamento em cobrança de falta e cabeceou perto do gol. Aos 45, a Locomotiva levou perigo com uma arraancada de Batista, que passou por dois marcadores e bateu rasteiro, mas parou no goleiro. Aos 47, foi a vez de Danilo Nazaré arriscar de longe e ver a bola passar rente à trave direita de Caio. Fim de jogo: 0 a 0.

Pênaltis

Nas cobranças de pênaltis, Batista abriu a série e bateu por cima do gol. Na primeira cobrança do Juventus, Rayne bateu com categoria no lado esquerdo de Saulo.

Na segunda série, Jackson acertou o travessão: segundo pênalti perdido da Ferroviária. Para o Juventus, Jair fez o segundo gol ao bater forte no lado direito do goleiro afeano.

Na terceira cobrança afeana, Fernandinho bateu forte do lado esquerdo para estufar a rede. Pelo Juventus, Thiago Rubim bateu por cima do gol.

Na quarta série, Rennan Siqueira bateu forte para acertar o travessão. Na cobrança do Juventus, o capitão Guilherme Mattis bateu forte para acertar o canto direito de Saulo e decretar a vitória do time visitante: 3 a 1.

Fotos: Thiago Toledo / Ferroviária

FICHA TÉCNICA

FERROVIÁRIA 1 x 1 (1×3) JUVENTUS
Local
: Estádio da Fonte Luminosa, em Araraquara;
Data/Horário: Quarta-feira, 27 de março, 19h;
Arbitragem: João Vitor Gobi, auxiliado por Gustavo Rodrigues de Oliveira e Izabele de Oliveira; VAR: Thiago Duarte Peixoto;
Cartões amarelos: Cauã Aguiar, Judá Aguiar e Ronaldo Alves (Ferroviária); Iago (Juventus);

FERROVIÁRIA – Saulo; Ronaldo Alves, Jackson e Gustavo Medina; Rennan Siqueira, Paulinho Santos, Judá Aguiar, Cauã Aguiar (Danilo Nazaré) e Antônio (Antonio); Vitor Barreto (Fernandinho) e Batista. Técnico: Vinícius Bergantin;

JUVENTUS – Caio; Arthur, Guilherme Mattis, Rayne e Iago (César); Betinho (Borges), Liberato e Guthierres; Thiago Rubim, Justino (Jair) e Léo Castro (Andrey). Técnico: Sérgio Soares.

Para receber notificações de notícias como esta, e não perder nossos conteúdos mais relevantes, faça parte da Comunidade no WhatsApp do Portal Morada – Araraquara e Região clicando aqui.

Leia mais notícias sobre Araraquara e Região em www.portalmorada.com.br

Carlos Andre

Notícias relacionadas

Mais lidas