InícioNotíciasGeralGuerreiras são vice-campeãs da Copa do Brasil

Guerreiras são vice-campeãs da Copa do Brasil

Time araraquarense perde para o Kindermann em Santa Catarina e deixa escapar o bicampeonato

A Ferroviária/Fundesport é vice-campeã da Copa do Brasil de Futebol Feminino 2015. Após conquistar a Copa do Brasil e o Brasileirão Feminino do ano passado, o time araraquarense teve a chance de conquistar seu terceiro título nacional, mas levou a pior diante do Kindermann na partida de volta da final, que foi realizada na tarde desta quarta-feira no Estádio Carlos Neves, em Caçador (SC). As Guerreiras Grenás foram derrotadas por 5 a 2 e não conseguiram reverter a vantagem do adversário, que conseguiu empatar o jogo de ida por 3 a 3 na semana passada em Araraquara. Nayarah e Mimi fizeram os gols afeanos, enquanto os tentos do time da casa foram anotados por Djeni, Byanca Brasil, Daiane Moretti e Patrícia (2).

Curiosamente, o placar de 5 a 2 desta quarta foi o mesmo da final do Brasileirão 2014, que foi vencido pela Ferroviária sobre o próprio Kindermann na Fonte Luminosa. Entretanto, após aquela conquista, a equipe araraquarense passou por uma reformulação quase que completa, a começar pelo seu comando técnico. Leonardo Mendes, que comandou o time feminino de futsal da cidade por dez anos, assumiu a função de treinador, que era de Douglas Onça, hoje coordenador técnico da equipe. Dentro das quatro linhas, o trabalho praticamente começou do zero, já que a equipe perdeu dez atletas de importância fundamental no esquema tático. Sete delas integraram a Seleção Brasileira permanente (Luciana, Rilany, Tayla, Mônica, Thaísa, Maurine e Raquel), uma se aposentou (Marina) e duas trocaram o time grená pelo futebol norte-americano (Beatriz e Rafaela Travalão).

O jogo

Diante do público que compareceu em peso ao estádio, a Ferroviária/Fundesport abriu o placar logo aos 3 minutos. Daiane bateu escanteio, a defesa do time da casa não conseguiu afastar e após bate-rebate, a bola sobrou para Nayarah, que chutou para estufar a rede: 1 a 0.

O gol fez com que o Kindermann partisse para cima em busca do empate. Aos 24, Daiane Moretti sofreu um carrinho dentro da área e a arbitragem assinalou o pênalti. Djeni foi para a cobrança e bateu com precisão, do lado esquerdo da goleira Thaís, que não teve chances de defesa: 1 a 1.

Os dois gols da virada do Kindermann aconteceram logo no início do segundo tempo. No primeiro, após jogada de Byanca Brasil, Patrícia ficou na cara do gol e bateu para fazer 2 a 1 para o Kindermann. Na sequência, Byanca Brasil ganhou da zagueira afeana e chutou sem chances para a goleira Thais: 3 a 1.

Aos 13, Daiane Moretti cortou a zagueira de calcanhar e tocou por cobertura para fazer um golaço e ampliar para o Kindermann: 4 a 1.

Aos 15, Camila bateu falta com um forte chute que acertou o travessão. No rebote, a zagueira Mimi tocou para dentro: 4 a 2.

Aos 33, Daiane Moretti avançou sozinha e foi derrubada por Daiane, que era a última marcadora do time araraquarense e acabou expulsa. Aos 38, Byanca Brasil ajeitou para Patrícia, que acertou um chute perfeito, de longe, e encobriu a goleira afeana Thaís: 5 a 2.

FICHA TÉCNICA

KINDERMANN 5 x 2 FERROVIÁRIA
Local: Estádio Carlos Neves, Caçador (SC)
Data/Horário: 8 de abril, 16 horas
Gols:  Nayarah (3’ do 1º T) e Mimi (15’ do 2º T) para a Ferroviária. Djeni (24’ do 1º T), Patrícia (3’ e 38 do 2º T), Byanca Brasil (5’ do 2º T), Daiane Moretti (13’ do 2º T) para o Kindermann.
Cartão vermelho: Daiane (Ferroviária).

KINDERMAN – Rubi, Leidiane, Jujuba, Tuani e Letícia; Sâmia, Djeni, Daiane Moretti e Mayara; Byanca Brasil e Patrícia. Técnico: Josué Henrique Kaercher.

FERROVIÁRIA – Thaís; Daiane, Géssica, Mimi, Barrinha; Kelly (Rafaela), Júlia e Erikinha; Cacau, Nayarah e Camila. Técnico: Leonardo Mendes.

 

Carlos

Notícias relacionadas

Mais lidas