InícioNotíciasGeralHomem é preso por transmitir conscientemente vírus causador da AIDS

Homem é preso por transmitir conscientemente vírus causador da AIDS

Acusado por três mulheres de transmitir o vírus HIV propositalmente, morador de Brasília foi localizado em São Carlos e preso pela DIG

A Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de São Carlos prendeu, na manhã desta terça-feira, um homem de 41 anos. Ele foi condenado a quatro anos e meio de prisão em regime fechado por transmitir conscientemente o vírus HIV para várias mulheres.

Segundo o delegado Gilberto de Aquino, pelo menos três mulheres foram contaminadas pelo acusado quando ele ainda morava em Brasília, no Distrito Federal. Após levantarem suspeita, as vítimas denunciaram o caso e as investigações tiveram início. 

Ainda de acordo com a polícia, o acusado desenvolveu esse comportamento por um desejo de vingança. “Ele descobriu que foi contaminado pelo vírus e, por isso, praticava relações sexuais sem preservativo. A justiça compreendeu que mantê-lo solto colocaria em risco outras mulheres e expediu mandado de prisão”, declarou o delegado. 

O crime foi classificado como Lesão Corporal Grave que resulta em enfermidade incurável.

 

A prática criminosa do “carimbo”

Recentemente, a Polícia Federal desencadeou uma operação em todo o território brasileiro para identificar os responsáveis pelo “clube do carimbo”. A denominação refere-se ao grupo de homossexuais soropositivos que incitavam a transmissão do vírus HIV.

A prática espalhou-se por sites e blogs pela internet.  Adeptos da modalidade bareback, na qual gays fazem sexo sem camisinha, eles compartilhavam dicas de como transmitir o HIV sem que o parceiro pudesse perceber. Baladas e saunas eram os locais mais indicados para a realização da prática considerada crime pela legislação brasileira.

 

Notícias relacionadas
- Anúncio -spot_img

Mais lidas