InícioNotíciasGeralJustiça condena Napeloso, o filho e empresário por lavagem de dinheiro e...

Justiça condena Napeloso, o filho e empresário por lavagem de dinheiro e fraude processual

Ex-vereador foi condenado a mais de 7 anos de reclusão em regime aberto. Leonardo Napeloso e Ademir Trisólio também foram condenados

 

O ex-vereador de Araraquara Ronaldo Napeloso foi condenado a 7 anos de reclusão em regime semiaberto pelo crime de lavagem de dinheiro. A decisão foi divulgada pela 3ª Vara Criminal da Comarca de Araraquara. Napeloso também foi condenado a 7 meses de detenção, em regime inicial aberto, por fraude processual.

A Justiça ainda determinou que o ex-vereador pague multas que somam 23 salários mínimos pelos dois crimes. A decisão confirma a acusação de que Napeloso adquiriu um apartamento, localizado na região central de Araraquara, com dinheiro de origem ilícita, relacionado a corrupção, segundo a justiça. O imóvel foi avaliado em R$ 300 mil, incompatível com as fontes de renda declaradas pelo político.

Leonardo Napeloso, filho do ex-vereador, também foi condenado a três anos de reclusão e ao pagamento de multa correspondente a cinco salários mínimos. A pena também será cumprida em regime aberto. Um terceiro envolvido na negociação, o empresário Ademir Trisólio, também recebeu condenação de três anos no mesmo regime pelo crime lavagem de dinheiro e mais seis meses por fraude processual. Segundo a Polícia Federal, Trisólio participou da simulação de compra de outros imóveis com o intuito de justificar a origem do dinheiro utilizado nas aquisições.

O juiz determinou ainda a perda do apartamento comprado com o dinheiro supostamente obtido por corrupção. Todos os condenados podem recorrer em liberdade.

 

Entenda o caso

Os fatos começaram a ser apurados no primeiro semestre de 2013, quando o Ministério Público Eleitoral requisitou que  Polícia Federal investigasse as suspeitas. Em agosto do mesmo ano, Ronaldo Napeloso e outras quatro pessoas tiveram prisão temporária decretada. Após ganhar liberdade, Napeloso renunciou ao cargo. Todos os bens do ex-vereador permanecem bloqueados por decisão da Justiça. 

 

Luís

Notícias relacionadas

Mais lidas