InícioNotíciasMotorista mentiu sobre atropelamento na SP-255

Motorista mentiu sobre atropelamento na SP-255

Proprietário do veículo inventou furto para não responder pelo crime; Investigações apontaram as contradições

Uma reviravolta nas investigações levou a Polícia Civil a esclarecer a morte de Cleber Junio Mazon, de 39 anos, atropelado na noite do dia 13 de dezembro, na Rodovia Antônio Machado Sant'Anna (SP-255) em Araraquara.

O atropelamento foi provocado pelo condutor de um GM Astra com placas de Américo Brasiliense. O veículo atingiu a traseira da Mobilete que a vítima conduzia. Ambos os veículos seguiam no sentido Araraquara – Ribeirão Preto.

O condutor do veículo tentou fugir, mas foi obrigado a parar o carro a mais de 150 metros do acidente, pois o eixo frontal do veículo quebrou com o impacto. O condutor largou o veículo e fugiu a pé.

Horas depois do acidente, uma queixa de furto apareceu no sistema da Polícia Militar. No dia seguinte, o proprietário do veículo compareceu à Delegacia da Polícia Civil de Américo Brasiliense e confirmou que o veículo havia sido furtado na noite anterior. Em entrevista ao Portal Morada (veja abaixo), ele relatou detalhes da tentativa de registrar o furto. Disse também que só soube do acidente na manhã seguinte por meio da imprensa.

As investigações prosseguiram e nesta quarta-feira (23), o caso foi esclarecido. A Polícia descobriu que era o proprietário que conduzia o carro na noite do acidente e que a versão sobre o furto foi uma tentativa de ocultar a autoria do atropelamento. Ele confessou ter sido responsável pelo acidente e ter fugido do local.

Agora, além de responder pelo crime de homicídio culposo na direção do veículo, ele será indiciado por omissão de socorro, fuga do local do acidente e falsa comunicação de crime por ter registrado uma queixa de furto.

 

Redação

Notícias relacionadas

Mais lidas