InícioNotíciasGeralPolícia Civil conclui investigação de cinco meses com prisões

Polícia Civil conclui investigação de cinco meses com prisões

Líder de facção criminosa e outras quatro pessoas foram detidas em Araraquara. Ação envolveu forte aparato policial em vários bairros

 

A Polícia Civil de Araraquara concluiu nesta sexta-feira (18) uma investigação de durou aproximadamente cinco meses. Em Araraquara, cinco pessoas foram presas após uma operação que contou o aparato de 12 viaturas e 38 homens que vistoriaram residências no Jardim Igaçaba, Romilda Barbieri, Jardim Paraíso e Chácara Flora. Quatro homens e uma mulher foram presos, entre eles o líder do bando que, segundo a Polícia, é integrante de uma facção criminosa.

As investigações começaram no ano passado, quando interceptações telefônicas revelaram uma entrega de carga de cigarros contrabandeados que seria feita em Jaboticabal. Um grupo criminoso adversário planejava roubar os produtos, o que levou a  Polícia Rodoviária  interceptar os suspeitos. O motorista foi preso.

As investigações apontaram a participação de moradores de Araraquara no grupo. No dia 24 de fevereiro, dois jovens, de 18 e 24 anos, foram presos por posse irregular de arma de fogo e tráfico de drogas no Jardim Maria Luiza. No local, foram apreendidas espingardas, revólver, tijolos de maconha e cocaína.

No último dia 10, outro rapaz foi detido no Jardim Paraíso após uma tentativa de fuga. Ele portava uma substância similar à entorpecentes. O material foi apreendido e passaria por análise do Instituto de Criminalística de Araraquara.  

Quatro dias depois, a penúltima etapa da operação resultaria na apreensão de um tijolo de maconha trazido por dois jovens, de 20 e 27 anos, de Matão. Eles foram abordados no pedágio de Bueno de Andrada e detidos pela Polícia.

A Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes (DISE) não descarta a continuidade das investigações.  

 

Notícias relacionadas
- Anúncio -spot_img

Mais lidas