InícioNotíciasGeralPosto de Coleta de Leite Humano precisa de doadoras

Posto de Coleta de Leite Humano precisa de doadoras

Campanha quer aumentar coleta para as crianças que necessitem e estejam na UTI da Maternidade Gota de Leite

 

Nenhuma fórmula infantil é capaz de substituir o leite materno. Por isso, a Maternidade Gota de Leite, por meio do Posto de Coleta de Leite Humano Sely Lauand – instalado em suas dependências –, está em busca de doadoras que possam colaborar com a coleta para as crianças que necessitem e estejam na UTI da Gota de Leite.

Toda mulher que amamenta é uma possível doadora de leite humano. Basta ser saudável e não tomar medicamentos que interfiram na amamentação e na doação.

As interessadas podem entrar em contato com as responsáveis pelo Posto de Coleta e agendar uma entrevista para triagem. Podem participar mães que estejam amamentando ou ordenhando leite humano. Quanto mais doadoras, mais crianças poderão ser atendidas.

Funcionando desde agosto do ano passado, o Posto de Coleta hoje conta com apenas dez doadoras ativas, o que resulta em aproximadamente cinco litros de leite materno por semana – o rendimento semanal depende muito de quanto essas mães conseguem tirar durante a semana, por isso não há um rendimento exato. Mesmo assim, o montante está longe do ideal. A campanha de sensibilização pretende alcançar ao menos 30 doadoras para resultar em 30 litros na semana.

Diante da dificuldade de aumentar o quadro de doadoras, a Gota de Leite solicita a participação daquelas que puderem colaborar com a campanha. Vale lembrar que as coletas podem ser feitas em casa, inclusive aos sábados. De acordo com as informações obtidas na Maternidade, se a doadora conseguir doar 200 ml por semana, já será considerada uma boa quantia coletada.

 

Processo

“Passamos uma vez por semana nas casas das doadoras para recolher o leite doado. Apenas a primeira vez precisa ser feita aqui na Maternidade, por questões de cadastro e orientações”, ressalta a nutricionista Natalya Borges.

Todos os materiais necessários para a coleta – como frasco (200 ml e 400 ml), toca e máscara – são fornecidos gratuitamente pela maternidade. O leite coletado em Araraquara é armazenado em freezer até ser encaminhado para o Hospital das Clínicas (HC) de Ribeirão Preto, sendo que o envio para o HC acontecerá uma vez por semana. No HC, o leite passa pelo processo de pasteurização, retornando à cidade para ser distribuído às crianças que necessitem e estejam na UTI da Gota de Leite.

 

Como doar

Para se tornar doadora é necessário apresentar: carteirinha da gestante; exames de HIV, VDRL e Hepatite B e estar amamentando. Depois de realizada a triagem, a equipe da Gota de Leite passa uma vez por semana nas casas das doadoras para recolher o leite doado.

“O gesto de uma doadora pode fazer a diferença na vida de muitas crianças, afinal, o leite materno é um alimento completo, que não irrita o intestino e ajuda a evitar infecções e doenças, além de estimular o sistema imunológico e diminuir os riscos de asma, entre outras doenças”, explica a superintendente da Gota de Leite, dra. Regina Barbieri Ferreira.

O Posto de Coleta de Leite Humano funciona de segunda a sábado, das 8h às 13h, e está localizado na Rua Carlos Gomes, 1.610, Centro de Araraquara. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 3305-1530.

 

Serviço:

Campanha de doadoras para leite materno (Maternidade Gota de Leite – Posto de Coleta de Leite Humano Sely Lauand)

O que é necessário:

– Carteirinha da gestante

– Exames de HIV, VDRL e Hepatite B

– Estar amamentando

 

Local:

Maternidade Gota de Leite de Araraquara (Rua Carlos Gomes, 1.610 – Centro de Araraquara)

Telefone: (16) 3305-1530

Horário de funcionamento: de segunda a sábado, das 8 às 13h

 

Notícias relacionadas
- Anúncio -spot_img

Mais lidas