InícioNotíciasGeralPrefeitura de Araraquara mantém silêncio sobre remuneração na JARI

Prefeitura de Araraquara mantém silêncio sobre remuneração na JARI

Prefeito Edinho não se pronunciou sobre a possibilidade de criar em Araraquara modelo semelhante à São Carlos

A Prefeitura de Araraquara parece mesmo ter adotado a prática do silêncio para responder aos questionamentos sobre o modelo implantado na JARI – Junta Administrativa de Infrações de Trânsito, com remuneração.

Em Araraquara, diferentemente de São Carlos, cada um dos 6 membros da Comissão que julga os recursos de infrações de trânsito recebe 50% de um salário mínimo por sessão. 

Na cidade vizinha, a JARI funcionamento sem remuneração, com três membros titulares e três suplentes. O prefeito Edinho Silva (PT) mantém o silêncio sobre a possibilidade de mudança no modelo de gestão na Junta em Araraquara. O Jornal da Morada (AM/FM) continua cobrando redução de custos na gestão pública.

 

Notícias relacionadas
- Anúncio -spot_img

Mais lidas