InícioNotíciasGeralPrefeitura e ambulantes buscam alternativas fora da Bento de Abreu

Prefeitura e ambulantes buscam alternativas fora da Bento de Abreu

Sugestão de instalação de quiosques em espaços públicos paralelos à via começam a ser analisados, após decisão do Ministério Público

 

A Prefeitura e um grupo de ambulantes debateram as alternativas de instalação de quiosques em vias alternativas à Avenida Bento de Abreu. Por determinação do Ministério Público, os ambulantes terão que deixar, em breve, a Bento de Abreu.

Participaram dos debates com os ambulantes o vereador Adilson Vital e os secretários municipais Aluisio Braz, Boi (Governo) e Edélcio Tositto (Desenvolvimento Urbano – SDU), além de Alessandra de Lima, coordenadora de Planejamento Urbano, órgão da SDU.

Conforme o que ficou estabelecido durante a reunião, os comerciantes de lanches e de caldo de cana vão estudar os 12 pontos alternativos apresentados pela Prefeitura, todos próximos à própria Bento de Abreu, em vias ou praças paralelas, para a instalação dos futuros quiosques.

De acordo com Aluisio Braz, se o setor aceitar as sugestões, feitas a partir de estudos elaborados pela SDU, a definição pode ocorrer em duas semanas, em nova reunião. E o passo seguinte será apresentar a proposta diretamente ao Ministério Público, antes de iniciar as instalações, segundo Boi.

“A Prefeitura não tem nenhuma intenção de prejudicar ambulantes em Araraquara que sustentam suas famílias com este comércio. Por isso, está buscando as melhores alternativas, para melhorar, inclusive, a qualidade dos serviços oferecidos à população”, enfatizou o secretário.

Os quiosques, que constarão de torneiras, pias e banheiros, entre outras obras, poderão ser construídos pelos ambulantes nos mesmos moldes e condições oferecidas pela Prefeitura aos já existentes na cidade, como na Praça Santa Cruz e Praça Scalamandré Sobrinho, em frente à Arena da Fonte.

 

Aprovação

“Eu apoio as alternativas da Prefeitura porque o quiosque vai melhorar a qualidade dos serviços oferecidos aos meus clientes e minhas próprias condições de trabalho”, afirmou o ambulante Marcos Pedraza, que há mais de 25 anos vende lanches na Avenida Bento de Abreu.

Também o casal de hamburgueiros Silvio César Ferreira da Silva e Silvia Helena Silvestre, ambulantes há mais de cinco anos na mesma via, disse apoiar a sugestão. “Vai melhorar até nossa segurança para trabalhar”, resumiu Sílvio.

A próxima reunião entre as partes deverá ser realizada no Paço Municipal até o final deste mês.

 

Notícias relacionadas
- Anúncio -spot_img

Mais lidas