InícioEsporteTécnica das Guerreiras Grenás analisa classificação

Técnica das Guerreiras Grenás analisa classificação

Ferroviária se prepara para pegar o Cerro Porteño pelo mata-mata da Libertadores

Entrevistada após a partida que terminou com a vitória por 5 a 0 sobre o Cresspom-DF no último domingo (7) no Estádio Maria Abadia, em Ceilândia-DF pela última rodada da fase inicial do Brasileirão Feminino, a técnica afeana Roberta Batista comemorou a classificação para as quartas de final e fez uma análise do desempenho da equipe nessa etapa inicial da competição.

Para ela, a última paralisação do campeonato por conta da Data-Fifa, que resultou em quase 40 dias sem jogos para a equipe se preparar para a reta final da competição nacional, foi essencial para o sucesso e a ida para o mata-mata. 

Roberta aponta que conseguiu, nesse período, corrigir alguns fatores que ocasionavam a instabilidade do time. "Iniciamos bem o campeonato, conseguimos encaixar bem o nosso jogo, depois passamos por um momento de oscilação onde em algumas partidas tivemos desempenho, mas não tivemos resultado, enquanto em outras partidas não tivemos nenhum dos dois, o que nos fez sofrer na competição. Depois disso tivemos a pausa que foi muito importante para nós como equipe, como grupo, e que foi muito relevante do ponto de vista mental também. Voltamos fortes, sabíamos que ainda só dependíamos de nós e que duas vitórias nos classificariam. Foi em busca disso que trabalhamos e felizmente conseguimos nessas duas partidas conquistar as vitórias e a classificação", apontou.

Na segunda fase, a Ferroviária (7º) terá pela frente o São Paulo (2º). Os outros confrontos serão entre Palmeiras (1º) e Grêmio (8º), Internacional (3º) e Flamengo (6º), Corinthians (4º) x Real Brasília (5º). Palmeiras, Corinthians, São Paulo e Internacional terão a vantagem de fazer o jogo de volta em casa.

A treinadora afeana elogiou o adversário e espera duas partidas equilibradas, mas se mostra confiante. "Sabemos que serão dois duelos bem difíceis e duros. O São Paulo é uma equipe que vem em grande evolução. Uma coisa que sempre comentamos na comissão técnica é essa evolução do São Paulo na temporada. Sabemos que serão partidas bem difíceis, mas não nos preparamos apenas para disputar essas duas últimas partidas, mas sim para o restante da competição. Vejo que tivemos uma mudança em nossa postura, nosso comportamento, além de questões táticas, então precisamos manter essa evolução e tentar melhorar em algumas outras coisas", concluiu.  

A Ferroviária aguarda agora a definição das datas e horários das partidas da semifinal do Brasileirão Feminino.

 

Carlos

Notícias relacionadas

Mais lidas