InícioNotíciasGeralTransportadores escolares fazem protesto em Araraquara

Transportadores escolares fazem protesto em Araraquara

Proprietários de vans escolares realizam protesto pelas ruas de Araraquara contra regras que obrigam adoção de cadeirinhas e assentos de elevação

Proprietários de veículos de transporte escolar, as populares “vans escolares”, realizaram um protesto na manhã desta sexta-feira (17), em Araraquara.

O grupo, organizado pelo Sindicato dos Transportadores de Escolares de Araraquara e Região, reuniu cerca de 40 transportadores na Praça Scalamandré Sobrinho e percorreu as ruas da cidade em protesto contra as novas regras que obrigam a utilização das cadeirinhas nos veículos.

A lei, que já existe para os veículos de passeio, amplia as regras para as vans escolares. Contudo, segundo os transportadores, como muitos veículos não se adaptam aos novos cintos (de duas pontas), deverão ser substituídos por micro-ônibus, o que exigiria mais investimentos por parte da categoria e aumento no custo do transporte. “Queremos deixar claro aos pais que somos  a favor de qualquer tipo de medida de segurança pra criança. A medida vem ao encontro com a padronização geral do governo, mas tem que ser repensada. Nós sabemos que em muitos lugares do país não dá pra usar micro-ônibus, principalmente por questões topográficas. Além disso, será que as crianças estarão mais seguras só por estarem em micro-ônibus?”, questiona Margarete Guarniari, presidente do sindicato. 

Outro argumento usado pelos representantes da categoria é o fato de que não há registros recentes sobre acidentes com vítimas envolvendo o transporte escolar. “O número de acidentes com vítimas leves é insignificante. Os casos registrados em Araraquara envolvem apenas danos superficiais nos veículos. Portanto, os responsáveis já adotam medidas de segurança para preservar a integridade dos alunos ”, afirma Margarete.

O transporte escolar tem até fevereiro do ano que vem para se adaptar. Até lá, os transportadores prometem pressionar o governo para rever a nova lei. As crianças até um ano devem usar o bebê conforto. Já a cadeirinha é para quem tem entre 1 e 4 anos. E o assento de elevação é para criança de 4 a 7 anos. Táxis, vans e ônibus que não fazem transporte escolar continuam sem a obrigação de ter as cadeirinhas. 

 

Notícias relacionadas
- Anúncio -spot_img

Mais lidas