InícioNotíciasGeralConfira a entrevista com o técnico Sérgio Vieira

Confira a entrevista com o técnico Sérgio Vieira

Treinador tem a missão de comandar a Ferroviária no Paulistão 2016

Portugal parece ser o local preciso para que Atlético-PR e Ferroviária encontrem seus comandantes. Depois de Milton Mendes, o escolhido para treinar o time do interior de São Paulo foi Sérgio Vieira, profissional que chegou no Furacão ainda em 2015 para atuar em outra função. “Quando fui contratado me chamaram para desempenhar o papel de coaching técnico, porém recebi duas grandes oportunidades. Primeiramente treinei o Guaratinguetá na Série C do Brasileiro e agora vou comandar essa Locomotiva nesse momento especial”, exaltou o português.

Confira a entrevista com Sérgio Vieira

Qual o principal desafio em comandar um time que está longe da elite paulista há 19 anos?
Sabemos de todas as dificuldades que vamos encontrar. A campanha da Série A2 em 2015 foi espetacular, mas agora a história é outra. A primeira divisão no Estado de São Paulo exige muito mais do que um bom trabalho. Aqui todos são bem estruturados e por isso vamos ter que nos doar ainda mais para conquistar o principal objetivo: a vaga na Série D do Brasileiro.

Qual sua análise sobre essa parceria com o Atlético Paranaense?
Ninguém perde na parceria. O Atlético tem muitos jogadores de qualidade formados na base que nem sempre conseguem o espaço no time profissional. A Ferroviária analisa o desempenho desses jogadores e os recebe para que façam parte do elenco. Financeira e tecnicamente é importante para os dois clubes.

Existem semelhanças no seu trabalho e do Milton Mendes?
É difícil estabelecer qualquer tipo de comparação com o trabalho do Milton, pois não conheço a forma dele agir em diversas situações, como por exemplo, o trabalho de campo e a forma de lidar com os jogadores. A única semelhança clara é o fato de nós termos trabalhado fora do Brasil e trazido uma experiência diferenciada.

Quais as diferenças do futebol na Europa e no Brasil?
A Europa já possui uma estrutura de trabalho muito interessante e aqui no Brasil estamos formando isso. Aqui em São Paulo encontramos uma situação relativamente parecida com a Europa, tanto estruturalmente quanto em competitividade, mas ainda devemos melhorar para alcançar um nível alto.

Qual estilo de jogo a Ferroviária deve adotar para a disputa do Paulistão Itaipava?
SV: O torcedor se acostumou com um futebol envolvente, até por isso buscamos manter essa ideia, mas sabemos que o time deve ter muita compactação e tranquilidade para alcançar o objetivo da Série D.
 

 

Notícias relacionadas
- Anúncio -spot_img

Mais lidas