InícioCultura+CulturaExposição na Câmara de Araraquara marca lançamento da campanha 'Luto contra as...

Exposição na Câmara de Araraquara marca lançamento da campanha ‘Luto contra as violências’ 

“Se te faz sofrer não é amor”. Essa é uma das frases de conscientização utilizada na campanha “Luto Contra as Violências”, que teve seu lançamento marcado por uma exposição no saguão da Câmara na tarde da sexta-feira (24). 

Conforme explica a aquarelista e autora das obras expostas, Dani Raphael, o coletivo de mulheres “Luto Contra as Violências” buscou outras formas de apresentar a proposta da campanha. “Por que não falarmos das mulheres que resistem? As mulheres que estão na luta, na pauta contra as violências? Foi uma forma de homenagear e dizer da importância desse coletivo, a importância que essas mulheres têm na luta contra a violência, na luta pelos nossos direitos enquanto mulheres.” 

A ideia para a campanha, que chega a sua terceira edição neste ano e envolve a colocação de cartazes de conscientização em diversos tipos de estabelecimentos, veio direto da Espanha, trazida pela psicanalista clínica e doutora em Ciências Sociais Maria Teresa Manfredo. “Eu estive por um período fazendo pós-doutorado em Portugal e passei um mês na Universidade de Santiago de Compostela, na Espanha. Quando cheguei lá, não conhecia a cidade, não era o mês de novembro, que é o mês dessa luta contra a violência, era mês de junho, e todo comércio local em que você entrava tinha um cartaz ‘espaço livre de violências machistas’, ‘não é não’. Fiquei sensibilizada e abismada positivamente por estarmos em um lugar onde as pessoas reconhecem que existem violências contra as mulheres e assumem essa causa, dando uma sensação de uma rede de proteção.” 

Coordenadora de Políticas para Mulheres, a socióloga Graziela Lima aponta que Araraquara é uma cidade privilegiada e considerada modelo em sua rede de serviços oferecidos no enfrentamento e atendimento das mulheres em situação de violência. “Na cidade de Araraquara, nós temos uma estrutura. Isso não significa que a gente esteja acomodada e achando que está tudo bem. A gente precisa avançar muito na conscientização, na publicização das informações de que temos essa rede, temos esses serviços, chegar às mulheres dos territórios. Esse momento dos 21 dias de ativismo é fundamental porque a gente foca nessa questão da divulgação, da conscientização, da sensibilização, porque as mulheres, para acessarem os serviços que nós temos, precisam saber que eles existem. Então momentos como esse são fundamentais nesse sentido.” 

Autora do projeto de lei que colocou a campanha no Calendário Oficial do Município, a vereadora Fabi Virgílio (PT) vê a ação como um instrumento de sensibilização da sociedade araraquarense. “É um chamado para que a cidade possa se perceber como machista, que todos nós somos, e como a gente pode desconstruir esse machismo que foi tão arraigado na nossa sociedade e o qual naturaliza as sistemáticas violências às quais nós mulheres, somos submetidas. A campanha, quando te provoca visualmente, ela acaba causando em você, mexendo dentro do seu coração algo que faz com que você saia da inércia.” 

Também estiveram presentes no evento a vereadora Filipa Brunelli (PT) e o vereador e vice-presidente Aloisio Boi (MDB). 

Exposição 

As obras da aquarelista Dani Raphael ficarão expostas no saguão de entrada da Casa de Leis até o dia 22 de dezembro. O horário de visitação é de segunda a sexta-feira, das 9 às 18 horas. 

A campanha 

“Luto Contra as Violências” é uma ação coletiva, voluntária, democrática, horizontal, laica, antirracista e contra qualquer tipo de preconceitos, sem fins lucrativos, colaborativa e suprapartidária de sensibilização social de combate às violências contra as mulheres. Conta com o apoio da Frente Parlamentar em Defesa dos Direitos das Mulheres e da Coordenadoria de Políticas para Mulheres de Araraquara. 

Inspirada na campanha “En Negro Contra as Violencias”, que acontece desde 2015 em Santiago de Compostela, na Espanha, a campanha procura envolver o tecido econômico, associativo, educacional, esportivo, social e cultural, bem como todos os habitantes de Araraquara, em uma resposta coletiva para rejeitar as violências contra as mulheres. 

A primeira versão da campanha em Araraquara, realizada em novembro de 2021, conseguiu a adesão de mais de 35 estabelecimentos comerciais da cidade. Em novembro de 2022, foram mais de 170 estabelecimentos atingidos. 

O objetivo geral da campanha é desenvolver ações de conscientização e prevenção das violências contra as mulheres na sociedade. Os objetivos específicos são promover atitudes e comportamentos não-violentos e de rejeição face a todos os tipos de violência; desenvolver na sociedade a capacidade de perceber situações de abuso ou maus-tratos contra as mulheres em todas as áreas sociais, inclusive no ambiente de trabalho; sensibilizar e promover a participação das empresas na prevenção das violências contra as mulheres; e promover comportamentos positivos em relação às mulheres, construindo relações de gênero com equidade. 

Qualquer pessoa, instituição ou empresa pode participar. A adesão à campanha implica a divulgação de material disponibilizado, afixando-o em local visível e representativo da organização. Para tanto, a comissão organizadora disponibilizará materiais (cartazes, adesivos) para serem utilizados. A empresa ou instituição que aderir à Luto Contra as Violências assume os compromissos de usar os materiais de identificação da campanha em local visível e representativo da organização; sempre que possível participar de ações de divulgação e combate às violências contra as mulheres; expressar sua rejeição a todas as manifestações de violências contra as mulheres; e desenvolver ações de divulgação, conscientização e erradicação das violências contra as mulheres, tanto em termos de comunicação interna, quanto de comunicação externa. 

Luis Antônio
Luis Antônio
Jornalista. Formado em Ciências Sociais e Letras pela Universidade Estadual Paulista (UNESP). Mestrando em Estudos Literários. Apresentador e editor do Jornal da Morada, da Rádio Morada FM 98,1
Notícias relacionadas
- Anúncio -spot_img

Mais lidas