InícioNotíciasCidadesJovem é baleado por PM durante confusão em lanchonete de Santa Lúcia

Jovem é baleado por PM durante confusão em lanchonete de Santa Lúcia

A vítima foi socorrida para Santa Casa onde passou por cirurgia e o prefeito da cidade cancelou o carnaval

Um jovem de 24 anos foi baleado por um policial militar durante uma confusão em uma lanchonete na madrugada desta terça-feira (13), em Santa Lúcia.

O PM de 29 anos disse em depoimento que foi até o estabelecimento ao lado da Praça Padre Patella, para pedir que abaixassem o som que deveria ter sido desligado ás 2h. Nesse momento a vítima teria começado a gritar e agredir os policiais.

O policial pediu para que o jovem se afastasse mas ele não obedeceu o comando e teria o agredido com socos no rosto e na cabeça. Para se defender o agente usou uma “tonfa” que é um bastão de borracha utilizado em conflitos.

Ainda de acordo com o PM a vítima conseguiu pegar a tonfa e arremessou em sua direção e em seguida tentou pegar a sua arma. Houve uma luta corporal, onde aconteceram dois disparos, sendo que um deles acertou o abdômen do homem.

O proprietário da lanchonete de 33 anos, relatou em depoimento que presenciou o momento em que o jovem com sua funcionária após ter usado um banheiro que estava interditado. Na Sequência os PMs chegaram para pedir que o som fosse desligado, quando aconteceu o tumulto, seguido de um barulho muito alto que seria os disparos.

O dono do estabelecimento disse que tentou retirar as pessoas na lanchonete quando mesas, garrafas e cadeiras começaram a ser arremessadas.

Já a funcionária de 28 anos contou que foi ofendida pela vítima no momento em que pediu para que não usasse o banheiro interditado, mas o rapaz estava muito agressivo. Ela lembrou ainda quando os policiais foram até a lanchonete pedir para que abaixassem o som e que também o jovem gritava com os policiais.

O homem foi socorrido para Santa Casa de Araraquara, onde passou por cirurgia e permanece internado na UTI (Unidade de Terapia Intensiva). O local onde aconteceu a confusão foi isolado para o trabalho da perícia.

Um boletim de ocorrência como desacato, resistência e lesão corporal foi registrado. A arma do policial foi apreendida e a Polícia Civil investiga o caso.

Devido a toda confusão o prefeito Luizinho Noli cancelou o carnaval “achamos melhor cancelar e o motivo é a segurança porque tememos o pior”.

Para receber notificações de notícias como esta, e não perder nossos conteúdos mais relevantes, faça parte da Comunidade no WhatsApp do Portal Morada – Araraquara e Região clicando aqui.

Leia mais notícias sobre Araraquara e Região em portalmorada.com.br

Notícias relacionadas
- Anúncio -spot_img

Mais lidas