InícioCidadesCidadeVacinação contra a Covid-19: dose de reforço é recomendada apenas para grupos...

Vacinação contra a Covid-19: dose de reforço é recomendada apenas para grupos prioritários

Imunização também passou a fazer parte do calendário básico para crianças de seis meses a quatro anos


Conforme documento técnico publicado pelo Ministério da Saúde, a partir de janeiro de 2024 a vacinação contra a Covid-19 passou a ser recomendada somente para grupos prioritários, com doses de reforço a cada seis meses ou anuais.

Para os grupos prioritários de pessoas de 60 anos ou mais, pessoas imunocomprometidas, gestantes e puérperas, o intervalo entre as doses é de seis meses. 

Já o grupo que terá o intervalo de um ano entre cada dose envolve trabalhadores da saúde, pessoas com deficiência permanente, pessoas com comorbidades, pessoas privadas de liberdade, funcionários do sistema de privação de liberdade, adolescentes e jovens cumprindo medidas socioeducativas, indígenas, ribeirinhos, quilombolas, pessoas em situação de rua, e pessoas vivendo em instituições de longa permanência (ILPI e RI) e seus trabalhadores.
Além disso, a vacina passou a fazer parte do calendário básico para crianças da idade de seis meses a quatro anos, 11 meses e 29 dias, em esquema de três doses.

Por outro lado, para a população geral de 5 a 59 anos que tenha duas doses (esquema primário), não há indicação de novas doses. Assim, não estão mais indicadas doses de reforço.

A vacinação está disponível nas 37 unidades básicas de saúde do município e é oferecida de segunda a sexta-feira, das 8 às 16 horas, e no SESA das 8 às 15 horas.

Notícias relacionadas
- Anúncio -spot_img

Mais lidas